skip to Main Content
Como Agregar Valor Aos Serviços Prestados No Pós-covid?

Como Agregar Valor aos Serviços Prestados no Pós-covid?

Assunto será tema de live do SESCON-SP na próxima terça (16)

Esse foi o tema da live regional dessa semana do presidente do Sescon/SP, Reynaldo Lima Jr. com Edmilson Ataíde, diretor do regional Grande ABC, transmitida pelo Instagram do Sescon/SP.
Ataíde começou sua fala afirmando que empresário brasileiro muitas vezes é bom na área técnica dele, mas nem sempre dá a devida atenção aos aspectos de gestão e tributários.

“Então a gente pode auxiliá-los bastante. Com essa pandemia, estão surgindo novas oportunidades para os contadores. E o Sescon vem ajudando nesse processo fazendo um trabalho de capacitação do empresário contábil em eventos que sempre debateram as mudanças de paradigma do trabalho, mas com a pandemia isso foi acelerado”, disse.

Lima lembrou que na história mundial, a humanidade geralmente evolui mais rápido em situações de guerra.

“Pandemia é como um estado de guerra, só que contra um inimigo invisível. Nos adaptamos tecnologicamente e até a resistência dos nossos colaboradores para fazer home office foi quebrada. Hoje quem foi para o home office a produtividade melhorou e as pessoas preferem, para evitar transporte público”, observou o presidente.

Ataíde disse ainda que os clientes passaram a conversar mais com os contadores.

“É importante a gente dar esse apoio mais gerencial e ajudá-lo nas questões financeiras. A tesouraria geralmente é executada por uma pessoa de confiança, não necessariamente capacitada. E podemos ajudar a capacitá-la. Quando um empresário diz que ganhava mais dinheiro quando era pequeno é porque a empresa cresceu de uma maneira desordenada. Nós contadores podemos ajudar a abrir o horizonte deles para melhorar o negócio”, explicou.

Reynaldo completou dizendo que ficar só apurando imposto faz com que o contador fique distante do seu cliente. Mas que agora todos passaram por muitas mudanças com as mais de 30 Medidas Provisórias, além do que agora está saindo o Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte).

“Todas essas mudanças fizeram com que nós tivéssemos um trabalho muito atuante. Isso possibilitou uma reaproximação com o cliente. O contador pode se antecipar e buscar essa informação, explicar que a taxa de juros é menor, mas que é preciso estratégia para investir esse recurso, caso queira solicitar porque essa conta chega. A dica para nossos colegas é se antecipar às informações”, concluiu.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Recomendado
Desde o início dessa pandemia, micro e pequenas empresas estão…