skip to Main Content
Protocolo Do Sescon-SP De Abertura Dos Escritórios é Validado Pela Prefeitura

Protocolo do Sescon-SP de abertura dos escritórios é validado pela prefeitura

Com o anúncio da retomada gradual das atividades em São Paulo, o Sescon-SP, com a colaboração do CRC-SP e do IBRACON, enviou um protocolo de reabertura dos escritórios.

E nesta quinta-feira, 4, o presidente Reynaldo Lima Jr. assinou o termo de compromisso do setor na Prefeitura de São Paulo que autoriza a abertura dos escritórios de contabilidade, que já foi validado pela prefeitura.

O protocolo aborda cinco aspectos para o retorno das atividades presenciais: Distanciamento Social, Higiene Pessoal, Limpeza e Higienização de Ambientes, Monitoramento das Condições de Saúde e Comunicação.

O documento coloca como essencial o distanciamento de um metro e meio entre os funcionários ou colocação de barreira física na impossibilidade de distanciamento. Destaca-se ainda o atendimento com hora marcada para evitar aglomeração e se possível recomenda um local separado para atendimento de clientes e terceiros.

O protocolo visa atender as recomendações do Governo do Estado e do Município de São Paulo, além de levar em consideração um protocolo adequado para as pequenas, médias e grandes empresas representadas pelo Sescon-SP.

“Nos preocupamos em preservar os funcionários no grupo de risco (idosos, gestantes, portadores de doenças crônicas), além dos pais e mães que possuam filhos em atividades escolares, uma vez que não há previsão de retorno das aulas. Tivemos o cuidado de resguardar também as pessoas que apresentem sintomas de covid-19, gripe ou febre. Ressaltamos que para todos esses casos a recomendação é a manutenção do funcionário em teletrabalho”, afirmou o presidente.

Zona laranja

No plano de reabertura econômica anunciado por João Doria, a capital paulista foi colocada em fase de controle (laranja), ou seja, com possibilidade de liberações de alguns setores: shoppings, comércio, escritórios, atividades imobiliárias e concessionárias. Na capital, as atividades permitidas pela fase laranja só estão sendo liberadas após a apresentação pelos setores de uma proposta à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SMDET) contendo protocolos de distanciamento, higiene e sanitização de ambientes.

*Leia o documento do termo de compromisso celebrado pela prefeitura às entidades:*

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Recomendado
Com o anúncio da retomada gradual das atividades em São…